Morre o tradicionalista gaúcho Paixão Côrtes

O tradicionalista Paixão Côrtes, de 91 anos, faleceu na tarde desta segunda, dia 27, em Porto Alegre (RS). Em nota, o governador José Ivo Sartori diz que mais do que um estudioso da cultura do estado, ele era o símbolo da cultura gaúcha. “O tradicionalismo do Rio Grande do Sul perde seu maior representante”, lamenta.

O velório será realizado no Salão Negrinho do Pastoreio do Palácio Piratini, a partir das 10h. O governo ofereceu à família as dependências oficiais como forma de demonstrar a importância do maior tradicionalista gaúcho e a admiração do povo por ele. Também foi decretado luto oficial por três dias.

Sua história se confunde com a cultura do Rio Grande, e seu legado já faz parte da vida de todos os gaúchos. Nossos sentimentos aos familiares”, declarou Sartori logo depois de receber a notícia.

Imagem e Fonte: https://canalrural.uol.com.br/noticias/morre-o-tradicionalista-gaucho-paixao-cortes/

Joca Martins e Baitaca lançam música

Extra, extra! Não é todo dia que somos presenteados com uma parceria até então improvável: Baitaca e Joca Martins. Expoentes de nossa música, cada um em seu segmento, os cantores decidiram gravar “Nem que o mundo venha abaixo”, do mestre Rodrigo Bauer, com melodia do Joca. “Sempre admirei o canto genuíno do amigo Baitaca, fazia muito tempo que queríamos gravar juntos. Essa música veio pra selar esta amizade e admiração em forma de música”, afirma Joca Martins. A letra defende nossa xucra tradição. “Mesmo que desça um disco voador no chão, não largo da tradição que é a raiz que me amadrinha. E nas antenas de um ET boto meu laço, ninguém mandou vim do espaço, ele que volte pra Varginha”.

Fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/blog/reporter-farroupilha/post/joca-martins-e-baitaca-lancam-musica.html